Tones of Dirt and Bone

Exposição de Fotografia

Mike Brodie

11 Mai
29 Jun

Tones of Dirt and Bone de Mike Brodie

Mike Brodie, o “Polaroid kid”.

Nascido em Mesa, Arizona, USA, em 1985, Mike Brodie, mostra-nos uma realidade americana quase cinematográfica dos seus territórios, Estados Unidos, já muito documentado por grandes fotógrafos e com falta de alguma inovação imagética.
A aventura de Mike ganha vida quando aos 17 anos encontra uma câmara esquecida. Inicia as suas viagens ilegais em comboios de mercadorias em 2002. Salta-pocinhas de comboio em comboio de carga à socapa, de imagem em imagem onde documenta a sua vivência como punk nómada, dos subúrbios nos Estados Unidos, que virá a dar a alcunha de “Polaroid Kid” – o puto que tira fotografias instantâneas com a sua polaroid (e não só).
Da previsão de uma pequena viagem tornou-se um projeto de longo curso de duas décadas, que já conta com 4 fotolivros e com um documentário a caminho.
Na sua primeira exposição em Portugal, na galeria Adorna, apresenta uma mostra que conta com uma seleção de 74 polaroids originais e o seu mais recente livro em forma de caixa serigrafada contendo 50 reproduções de polaroids, editado pela Stanley/ Barker.
Sentimos a contemplação de lugares e retratos em anos de viagens feitas de descoberta e encontros de onde não podemos retirar da cena o fotógrafo. Embora as suas imagens  possam parecer agrestes,  retratando pessoas menos polidas aos olhos de uma sociedade acética, observamos um universo onde se sente a liberdade e o recreio cheio de espontaneidade. Chomsky disse “.. do sistema de propaganda, existe uma pressão constante para fazer as pessoas sentirem que estão desamparados, que o único papel que podem ter é ratificar decisões e consumir”. Quando olhamos estas imagens que o Mike captou sentimos o amor que ele tem pelos lugares e pela comunidade, que tenta viver fora desse mesmo sistema neoliberal que Chomsky critica.

 

Adorna

Rua do Rosário 147, Porto